Um mercado que cresce: números globais e nacionais da indústria fonográfica em 2017.


A IFPI (International Federation of the Phonographic Industry ) lança desde 1997 um relatório anual do desempenho da indústria fonográfica mundial. Em 2017, o crescimento foi de 8,1% em comparação com 2016. Só o faturamento do streaming representou 41,1% a mais do que o ano anterior. O total em dólares somando todas as receitas obtidas com a comercialização de música gravada foi de $ 17,3 bilhões.  Quem mais vendeu? Ed Sheeran, Drake e Taylor Swift.

Entre os 10 maiores mercados da música, o Brasil encontra-se na posição número 9 e apresentou um crescimento de 17,9% de 2016 para 2017, segundo a PRO-MÚSICA, associação brasileira dos produtores fonográficos, totalizando US$ 295,8 milhões em receitas para o país.

Confira o relatório completo de 2017 do IFPI: https://www.ifpi.org/downloads/GMR2018.pdf

Confira o relatório de 2017 da PRO-MÚSICA: https://pro-musicabr.org.br/wp-content/uploads/2018/04/Pro_MusicaBr_IFPIGlobalMusicReport2018_abril2017-003.pdf

visite a sim são paulo